Por falar em Educação ...

Aristóteles já sabia disso!

Este blog foi criado com intuito de compartilhar temas relevantes à educação, um assunto que obviamente cabe muita reflexão. Como trabalho em uma escola de Ensino Integral leituras sobre este programa também estarão presentes e não poderia faltar a paixão pela Língua Portuguesa que me iniciou na Educação. Espero contribuir direta e indiretamente não só com os professores, alunos,e pais da Escola Estadual Prof. Edson Vianei Alves, mas com todos que acreditam que a Educação quando construída com amor faz toda a diferença !

Profª Maria Claudia 

Redação é aqui!

Nada de parafrasear os        textos motivadores!

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema Gestão de resíduos na sociedade brasileira, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

 Redação nota 1000

Segundo Sartre, filósofo francês, o ser humano é livre e responsável; cabe a ele escolher seu modo de agir. Logo, com o avanço do sistema capitalista, recai sobre o homem o compromisso de tornar o mundo mais sustentável. No século XXI, a preocupação com a gestão de resíduos na sociedade brasileira, necessária para a melhoria da saúde pública, reflete essa realidade.

Com o advento do capitalismo, aliado, posteriormente, à globalização, a sociedade pós-moderna adquiriu características peculiares, como o consumo em excesso e irresponsável, a respeito do descarte irregular do lixo, notamos isso através das mídias e dos livros de sociologia. A falta ou a má gestão de resíduos no nosso país é fruto da ideia de que, pela extensão a qual Terra possui, o planeta é capaz de abrigar todo lixo produzido. Sendo assim, é preciso reeducar as pessoas em relação à sustentabilidade.

Como bem ilustrou um dos maiores físicos que já existiu, Isaac Newton, toda ação gera uma reação de mesma intensidade. No contexto do tema apresentado, a ação antrópica provoca reações que trazem consigo problemas aos seres humanos e ao ecossistema. A nós, a principal consequência gerada pela ausência da gestão do lixo, segundo o Ministério do Meio Ambiente, são as enchentes, que são causadas, na maioria das vezes, pelo entupimento de bueiros por sacolas plásticas e produtos industriais. O descarte irresponsável de metais pesados, por exemplo, leva peixes à morte.

A fim de atenuar o problema, o Ministério da Educação deve alterar a grade curricular dos alunos do ensino fundamental e médio, criando uma nova disciplina que aborde as questões relacionadas à sustentabilidade e à coleta seletiva, necessárias ao avanço. Além disso, o Governo Federal deve, aliado as Organizações não Governamentais (ONG´s), ligadas ao meio ambiente, aplicar campanhas de abrangência nacional junto às emissoras de televisão, como forma de estímulo à redução da falta de controle ao direcionamento dos resíduos.

 

 Fonte: Guia do Estudante

 

Não deixe para a última hora!

A correção da prova do Enem tem como base a avaliação de cinco competências: domínio da norma padrão da língua escrita; compreensão do tema proposto; capacidade de selecionar, organizar, relacionar e interpretar fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista; conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção do texto e elaboração de uma proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. O gênero cobrado é o dissertativo-argumentativo e sua estrutura exige pelo menos três partes: introdução, desenvolvimento e conclusão.

Alguns erros, como fuga ao tema ou ao gênero, cópia de textos motivadores, textos com menos de sete linhas e desrespeito aos direitos humanos na elaboração da proposta de intervenção, podem zerar a redação. Mas outros erros comuns, como o uso inadequado de conjunções, pontuação, acentuação e concordância, podem tirar pontos que irão fazer falta na sua nota final.

Erro 1: Não usar vírgula antes de conjunções adversativas

Exemplo: “O acesso a informações é algo comum porém não para algumas regiões do país.”

O certo seria: “O acesso a informações é algo comum, porém não para algumas regiões do país.”

A vírgula deve ser usada antes das conjunções adversativas (mas, porém, contudo, todavia, entretanto, no entanto) e também das conclusivas (logo, portanto, por isso, por conseguinte, então).

Mas atenção: o uso da vírgula antes da conjunção “mas” será facultativo se essa palavra tiver valor aditivo, como na expressão “mas também”. Por exemplo, você pode escrever “Não só as roupas mastambém os livros estão muito caros ultimamente” ou “Não só as roupas, mas também os livros estão muito caros ultimamente”.  Nesse caso, as duas formas estão corretas.

Erro 2: Não usar as conjunções adequadamente

Exemplo: “Ter um computador e porém não saber utilizá-lo pode não ser de grande valia.”

“Porém” é uma conjunção adversativa, que dá ideia de oposição. Ela foi usada indevidamente na frase, pois a ideia não é de oposição, e sim de adição.

Erro 3: Não diferenciar as palavras “tem” e “têm”

Exemplo: “Dessa forma, esses programas tem sido usados por muitos como instrumento de trabalho, estudo.”

Como o sujeito está no plural, o “tem” deve ser acentuado. Ele tem, eles têm.

Erro 4: Confusão no uso de cujo/cuja.

Exemplo: “Estados com baixo índice de desenvolvimento humano, cuja a renda per capita também é baixa...”

Esse é um erro recorrente e o aluno deve ficar atento para não cometer. Depois de cujo ou cuja não há artigo. O correto seria “cuja renda per capita”.

Fonte: Guia do Estudante

PROJETO DE VIDA: SAÚDE

CURSOS RELACIONADOS À AREA DA SAÚDE

Se você se preocupa em cuidar do próximo, então pode ter certeza que tem uma das características mais marcantes daqueles que seguem carreiras na área de Saúde.

O trabalho pode ser árduo e estressante e, até mesmo por isso, o profissional que apresentar facilidade de comunicação, equilíbrio emocional e sensibilidade pra questões sociais pode acabar se dando melhor na área.

Quem gosta da área e acaba se dando melhor nela também costuma gostar de lidar com pessoas, tem meticulosidade e atenção para detalhes, sabe relacionar eventos e fenômenos, tem interesse por questões científicas e sociais e apresenta facilidade de concentração.

As graduações mais procuradas são medicina, enfermagem, psicologia, educação física (licenciatura) e fisioterapia.

Confira os 23 cursos da área:

–          Biomedicina

–          Educação Física

–          Enfermagem

–          Esporte

–          Estética e Cosmética

–          Farmácia

–          Fisioterapia

–          Fonoaudiologia

–          Gerontologia

–          Gestão Desportiva e de Lazer

–          Medicina

–          Musicoterapia

–          Naturologia

–          Nutrição

–          Obstetrícia

–          Odontologia

–          Oftálmica

–          Óptica e Optometria

–          Psicologia

–          Quiropraxia

–          Radiologia

–          Saúde Coletiva

–          Terapia Ocupacional

Fonte: Guia do Estudante

Termos introdutórios, de desenvolvimento e conclusão

Aula de redação

Levantamento de frases-modelo para introdução de um texto

É de conhecimento geral que...

Todos sabem que, em nosso país, há tempos, observa-se…

Obs.: Nesse caso, foi utilizada a circunstância de lugar (em nosso país) e de tempo (há tempos), com intuito de apresentar que é possível incluir circunstâncias diversas na introdução, não somente as que estão expostas aqui. Cogita-se, com muita frequência de…

Obs.: O mesmo raciocínio da questão anterior, agora com a circunstância de modo (com muita frequência).

Muito se tem discutido, recentemente, acerca de…

Muito se debate, hoje em dia…

É de fundamental importância o (a)___________.

É indiscutível que…/ inegável que…

Muito se discute a importância de…

Comenta-se, com frequência, a respeito de…

Não raro, toma-se conhecimento, por meio de…, de

Apesar de muitos acreditarem que… (refutação).

Ao contrário do que muitos acreditam … (refutação).

Pode-se afirmar que, em razão de …( devido a, pelo)

Ao fazer uma análise da sociedade, busca-se descobrir as causas de…

Talvez seja difícil dizer o motivo pelo qual…

Ao analisar o (a, os, a)…, é possível conhecer o (a, os, as)…, pois…
Levantamento de frases-modelo para o desenvolvimento de um texto
1.  Frases para parágrafos que explorem causas e consequências:

Ao se examinarem alguns… verifica-se que…

Pode-se mencionar, por exemplo…,

Em consequência disso, vê-se, a todo instante,…

2.  Frases para parágrafos que explorem prós e contras:

Alguns argumentam que… . Além disso … . Isso sem contar que …..

Outros, porém,… Há registros históricos de… que…

3. Frases para parágrafos que explorem trajetória histórica:

No século… / Em meados dos anos… Quando…, percebia-se que…

Atualmente, observa-se que…

Em consequência disso, nota-se…

4. Outras frases:

Dentre os inúmeros motivos que levaram  o (ao) ….. é incontestável que…

5. É muito importante que os parágrafos do desenvolvimento tenham ligação, a fim de que não transformem o texto em uma sequência de parágrafos desconexos. Segue abaixo uma série de conectivos que podem ser utilizados na ligação entre os parágrafos do desenvolvimento:

Além disso…

Outro fator existente

Outra preocupação constante…

Ainda convém lembrar …

Por outro lado…

Porém, mas, contudo, todavia, no entanto, entretanto …

Expressões do tipo “quanto ao primeiro item”, “No que tange ao…”,  “Finalmente no que diz respeito…”. Vão dar coesão ao texto.

Levantamento de frases-modelo para a conclusão de um texto
Em virtude dos fatos mencionados…

Por isso tudo…

Levando-se em consideração esses aspectos…

Dessa forma…

Em vista dos argumentos apresentados…

Dado o exposto…

Tendo em vista aspectos observados…

Levando-se em conta o que foi observado…

Em virtude do que foi mencionado…

Por todos, esses aspectos…

Pela observação dos aspectos analisados…

Portanto … / logo…/ então…/Assim…

Em face aos dados apresentados… Em face a essa realidade...

1. Após a frase inicial, pode-se continuar a conclusão com as seguintes frases:

somos levados a acreditar que

entendemos que

entende-se que

concluímos que…

conclui-se que…

percebemos que…

percebe-se que…

resta aos homens…

é imprescindível que todos se conscientizem, que se sensibilizem de que de…

só nos resta esperar que …

é preciso que…

é necessário que…

faz se necessário que…


A conclusão deve ser sucinta, conter apenas 01 parágrafo e deve retomar a ideia principal, desenvolvida no texto, de forma convincente.

A conclusão deve conter a síntese de tudo o que foi apresentado no texto, e não somente em relação às ideias apresentadas no último parágrafo da CONCLUSÃO.

Não se devem acrescentar informações novas na conclusão, pois se ainda há informações a serem inclusas, o CONCLUSÃO ainda não terminou.

Maneiras de se fazer o parágrafo da conclusão:

Retomada da tese

A conclusão é a apresentação da visão geral do assunto tratado, portanto pode-se retomar o que foi apresentado na introdução e/ou na CONCLUSÃO, relembrando a redação como um todo. É uma espécie de fechamento em que se parece dizer de acordo com os exemplos/argumentos/tópicos que foram apresentados no DESENVOLVIMENTO, pode-se concluir que realmente a INTRODUÇÃO é verdadeira.

Perspectiva

Pode-se também apresentar possíveis soluções para os problemas expostos na CONCLUSÃO, buscando prováveis resultados (É preciso. É imprescindível. É necessário.), trabalhando com a conscientização geral. Por exemplo: É imprescindível que, diante dos argumentos expostos, todos se conscientizem de que...

Oração Coordenada Conclusiva

Pode-se ainda iniciar a conclusão com uma conjunção coordenativa conclusiva - logo, portanto, por isso, por conseguinte, então - apresentando, posteriormente, soluções para os problemas expostos na CONCLUSÃO.

Apresento, aqui, algumas frases que podem ajudar, para iniciar a conclusão. Não tomem estas frases como receita infalível. Antes de usá-las, analise bem o tema, planeje incansavelmente a CONCLUSÃO, use sua inteligência, para ter certeza daquilo que será incluso em sua dissertação.

 

 

 

TERAPIA OCUPACIONAL

MUITO BOM! THAYNÁ MASCARENHAS!

TERAPIA OCUPACIONAL: SERÁ QUE É ISSO MESMO QUE EU QUERO?

O terapeuta ocupacional estuda e emprega atividades de trabalho e lazer no tratamento de distúrbios físicos ou mentais e de desajustes emocionais e sociais. O profissional utiliza tecnologias e atividades diversas para promover a autonomia de indivíduos com dificuldade de integrar-se à vida social em razão de problemas físicos, mentais ou emocionais. Ele elabora planos de reabilitação e adaptação, buscando não apenas desenvolver no paciente autoconfiança, como também orientá-lo quanto a seus direitos de cidadão. Este terapeuta atende pessoas de todas as idades, de recém-nascidos e crianças a adultos e idosos, na promoção do bem-estar, prevenção e recuperação de disfunções. Também cria e faz a avaliação de atividades físicas, podendo prestar atendimento individual ou em grupo. Seus principais campos de trabalho incluem clínicas, asilos, casas de repouso, hospitais, instituições geriátricas, psiquiátricas e penais, centros de saúde, de convivência e de reabilitação, creches e empresas. Além disso, o profissional está habilitado a prestar atendimento aos pacientes em domicílio.

fonte: Guia do Estudante

  

Educação Física não é só para ser professor. fique por dentro e decida seu PV

EDUCAÇÃO FÍSICA

BACHARELA

 

A valorização do bem-estar e da qualidade de vida garante vagas para os bacharéis e licenciados. Os locais que mais empregam os profissionais são as academias de ginástica e escolas, já que Educação Física é uma disciplina obrigatória nos ensinos Fundamental e Médio. O formando também pode trabalhar em clubes, empresas privadas - com ginástica laboral - e em condomínios e resorts, promovendo atividades de recreação. Começam a surgir oportunidades em clínicas, hospitais e spas, que contratam o profissional para tratar do condicionamento físico dos pacientes. Empresas de seguro-saúde procuram o educador físico para atuar em centros de saúde preventiva. As regiões Sul e Sudeste concentram a maioria das vagas. Mas no Nordeste o setor de turismo absorve muitos profissionais, que trabalham principalmente em hotéis, seja no entretenimento, seja como guias turísticos.

 
 

Curso

Há muitas matérias da área de Ciências Biológicas, como anatomia, fisiologia e ortopedia. O aluno aprende, ainda, estatística, administração e economia, além das disciplinas específicas da área. Nas licenciaturas, a partir do terceiro ano, entram no currículo as disciplinas ligadas ao processo pedagógico, como psicologia da educação e práticas pedagógicas. Além do estágio obrigatório, algumas escolas exigem uma monografia de conclusão de curso. 

Atenção: algumas escolas têm foco específico, como esporte escolar (Facvest-SC), futebol (Unicapital-SP e UniMSB-RJ) ou saúde (USP Leste). 

Duração média: 4 anos (bacharelado); de 3 a 4 anos (licenciatura).

O que você pode fazer

Condicionamento físico

Auxiliar na realização de exercícios individuais como personal trainer, em clubes, academias de ginástica ou empresas.

Ensino

Dar aulas na educação infantil e nos ensinos Fundamental e Médio.

Grupos especiais

Instruir e acompanhar idosos, gestantes, adultos e crianças deficientes, cardíacos e doentes em atividades físicas que beneficiem a saúde.

Performance

Orientar indivíduos e equipes nos processos de treinamento e competição nas modalidades esportivas.

Recreação

Entreter hóspedes, associados e turistas em hotéis, spas, clubes, condomínios e navios.

Turismo ecológico

Coordenar atividades ao ar livre, como montanhismo e exploração de cavernas.

Fonte: Guia do Estudante

 
 
 

Gastronomia

A gastronomia é uma das profissões que mais ganharam status e espaço no Brasil nos últimos anos. Indícios disso são a grande quantidade de programas de culinária na TV, como reality shows, e a valorização do crítico gastronômico. Mas o profissional dessa área tem responsabilidades que vão muito além do modismo – muitas delas sem glamour nenhum. Mais do que criar pratos com bela apresentação, o bacharel lida com temas como a segurança alimentar, o gerenciamento de funcionários e das finanças de um restaurante. Pode se especializar em confeitaria, panificação ou num tipo específico de culinária, como japonesa, francesa ou vegetariana. Além de acompanhar o dia a dia da cozinha, negocia com fornecedores e desenvolve estratégias de marketing. Planeja cardápios, avaliando a disponibilidade de ingredientes, e entende de bebidas. O campo de atuação é amplo: restaurantes, lanchonetes, bares, hotéis, bufês, hospitais e empresas de catering (que fornecem refeições para companhias aéreas ou eventos). Você pode ingressar na carreira com um curso superior de tecnologia na área.

Mercado de Trabalho

O setor de alimentação vive um bom momento e cresce, mesmo em meio à crise, criando novas propostas mais econômicas. Um exemplo disso é a moda dos food trucks. Para completar o cenário favorável, a atuação do graduado em Gastronomia não está mais restrita à cozinha, como chef. “O leque de opções se abre cada vez mais, e o profissional atua também como consultor e proprietário – o empreendedorismo, inclusive, é grande na área”, afirma Silvia Regina Cabral, coordenadora do curso de Gastronomia da Univali. Mais de 90% dos estabelecimentos do setor são pequenas ou médias empresas, que visam a profissionalização e demandam profissionais qualificados para administrar o negócio. Há diversas frentes promissoras, entre elas a de eventos na área de alimentos, como feiras e festivais gastronômicos, e catering – fornecimento de refeições prontas para companhias aéreas e hospitais, por exemplo. A maioria das vagas está na Região Sudeste, no Rio de Janeiro e em São Paulo. Capitais do Norte e do Nordeste também demandam profissionais, principalmente em hotéis e resorts. No Sul, as maiores oportunidades estão nas localidades que fazem parte de roteiros turísticos, como as cidades gaúchas de Gramado e Canela. Porém, a maior diversidade na oferta de serviços também gera oportunidades em cidades menores.

Fonte: Guia do Estudante

Engenharia Biomédica

ENGENHARIA BIOMÉDICA

BACHARELADO / TECNOLÓGIC     Graduação

Graduação Tecnológica

O graduado neste ramo da engenharia cuida da concepção de equipamentos médicos, biomédicos e odontológicos, tanto para diagnóstico quanto de tratamento. Ele projeta a estrutura dos equipamentos, monta-os e faz sua manutenção corretiva e preventiva, calibrando-os e aferindo sua precisão. Com conhecimentos na área de informática e eletrônica, cria softwares que otimizam o uso das máquinas pelos profissionais da saúde. Também pode gerenciar a área de compras de equipamentos. Realiza ainda pesquisas científicas sobre materiais e instrumentos biomédicos. Este engenheiro atua em hospitais, clínicas médicas, centros de saúde, laboratórios farmacêuticos e de análises clínicas, em serviços especializados em manutenção hospitalar e em centros de pesquisa. Pode-se trabalhar nesta área com um curso tecnológico.

 

Mercado de Trabalho

Estudo divulgado pela revista Forbes em 2012 revela que a Engenharia Biomédica ocupa o topo do ranking entre os cursos de graduação com as carreiras mais promissoras nos Estados Unidos. Isso se deve ao emprego de tecnologias de ponta no diagnóstico e nas terapias. Assim como lá, o mercado também está em alta no Brasil. “A carência de profissionais, bem como o aumento da expectativa de vida da população, mantêm aquecida a procura pelo graduado”, diz Fernanda Marciano, coordenadora do curso de Engenharia Biomédica da Universidade do Vale do Paraíba (Univap). Segundo ela, o uso crescente de novas tecnologias no ambiente odonto-médico-hospitalar também amplia o leque de atuação do engenheiro biomédico. Em hospitais e centros de diagnóstico, este profissional auxilia na compra, na instalação e na manutenção dos equipamentos. Em indústrias, desenvolve novos equipamentos. Trabalha, também, em empresas de certificação de qualidade, universidades e institutos de pesquisa. São Paulo, Minas Gerais e Pernambuco são os estados que mais têm aberto vagas, principalmente em cidades do interior. Mas a Região Sul também oferece boas oportunidades de trabalho. O Norte e o Nordeste são mercados abertos, ainda a serem explorados, pois sofrem déficit de profissionais.

O que você pode fazerCurso

A característica deste curso é a interdisciplinaridade, com disciplinas das áreas das Exatas e das Ciências Biológicas e da Saúde. O currículo mescla matemática, física, eletrônica, informática e tecnologia da computação com anatomia, fisiologia, biofísica, bioquímica, biomecânica e telemedicina. O aluno também estuda engenharia de software, circuitos elétricos, conversão de energia e termodinâmica. O estágio e um trabalho de conclusão do curso são obrigatórios. 

Duração média: 5 anos. 

SISTEMAS BIOMÉDICOS

O tecnólogo em Sistemas Biomédicos projeta, implanta e faz manutenção de equipamentos clínicos, médico-hospitalares e odontológicos. Assim como o engenheiro, este profissional também encontra espaço na indústria ou em laboratórios de análises clínicas, consultórios, hospitais, unidades de saúde ou em órgãos públicos, como as secretarias de Saúde. Ele cuida da instalação, calibração e aquisição de peças de reposição, manuseia os equipamentos e assessora a administração do local na aquisição de novas máquinas. Pode, também, se dedicar à vistoria e emissão de laudos técnicos. Na indústria, pode lidar com a venda, a instalação e a manutenção dos equipamentos vendidos. O curso, com grade curricular semelhante à do curso de Engenharia, também mescla disciplinas das Ciências Exatas com outras, de Biológicas e da Saúde. Matérias da área de administração fazem parte do currículo. Assim, além de sistemas mecânicos, eletrônica, eletricidade e física, o aluno estuda anatomia humana, gestão de segurança, administração hospitalar e ética. Algumas faculdades exigem estágio e trabalho de conclusão de curso. 

Atenção: o curso da Unifesp, Informática em Saúde, capacita o aluno para atuar na área de tecnologias da informação e da comunicação aplicadas à saúde, o que envolve, entre outros conhecimentos, o desenvolvimento e a avaliação de sistemas de informação em saúde, a telemedicina e o processamento de sinais biológico e de imagens médicas. 

Duração média: 3 anos. 

Outro nome: Inform. em Saúde.

Informática

Desenvolver bancos de dados e softwares para diagnóstico de doenças e realização de terapias.

Sistemas clínicos

Avaliar e especificar equipamentos que devem ser adquiridos pelos centros de saúde e odontológicos.

Equipamentos

Projetar, desenvolver, gerenciar e manter equipamentos odonto-médico-hospitalares, incluindo próteses e outros instrumentos de

auxílio à locomoção.

Fonte: Guia do Estudante

QUER SER UM POLICIAL ?

 

O principal objetivo da Polícia civil é fazer com que se cumpra a lei, exercendo a segurança pública. Esse órgão também tem como função apurar crimes penais. Os policiais civis são subordinados aos governadores, sejam eles de Estado ou do Distrito Federal.

Os cargos da Polícia Civil são:

·         Delegado: profissional da Polícia Civil que coleta provas, identifica e localiza suspeitos, efetua prisões e cumpre mandatos de prisão. O delegado deve possuir uma elevada capacidade de observação e facilidade de se relacionar.

  • Escrivão: é o auxiliar direto do delegado e costuma ter seu espaço de trabalho restrito à delegacia. O Escrivão precisa ter domínio completo da língua portuguesa e possuir agilidade em escutar e redigir ao mesmo tempo. Esse profissional faz anotações em livros oficiais, analisa inquéritos, faz indiciamentos, prisões em flagrante e recolhe finanças.
  • Perito Criminal: o Perito Criminal é um dos cargos de maior importância da Polícia Civil. É através do trabalho do legista que as provas dos crimes são obtidas e os criminosos podem ser encontrados.

A profissão

Não existe um curso específico para se tornar Policial Civil. Profissionais que desejam ingressar nessa carreira devem cumprir algumas exigências:

  • Ser brasileiro.
  • Estar em dia com suas obrigações militares e eleitorais.
  • Ter idade entre 21 e 45 anos.
  • Ter curso superior.
  • Não ter praticado nenhuma infração penal.
  • Não possuir antecedentes criminais.
  • Possuir carteira de habilitação com categoria no mínimo B.
  • Ter boa saúde mental e física.

Quem deseja ingressar na carreira de Polícia Civil deve prestar concurso público. Cada estado possui um concurso, que é realizado em uma determinada data. Após ser aprovado na prova objetiva, o candidato deverá ser passar nos testes físicos e psicológicos. Esses testes são realizados na academia de polícia e incluem flexões, abdominais, avaliação de resistência, entre outros.

Para o concurso da Polícia Civil é divulgado um edital contendo todas as informações necessárias, inclusive quais os assuntos os candidatos devem estudar. É importante lembrar que policiais civis devem conhecer a legislação.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para o Policial Civil possui diversas oportunidades. Dependendo do cargo escolhido pelo profissional, os salários podem apresentar variação.

O Policial Civil faz o registro de ocorrências, boletins de ocorrência (BOs) e elabora inquéritos policiais. Ele faz com que as ações da justiça se cumpram, como por exemplo, busca e apreensão e mandatos de prisão. Também trabalha para que a lei seja cumprida e pune aqueles que não a cumprem.

Ao contrário de policiais militares, os policiais civis podem agir mesmo estando à paisana, ou seja, sem farda. Também fazem trabalhos de investigação, durante os quais não necessitam estar usando fardas.

Curso de formação para Policial Militar

O curso para Policial Militar tem duração média de um ano e se desenvolve em tempo integral com horários específicos e rígidos. Algumas disciplinas são lecionadas por policiais e outras por professores convidados. Metade docurso para PM é formado pelas disciplinas teóricas e outra metade pelas disciplinas práticas.

Esse curso tem por objetivo formar profissionais capazes de assegurar a segurança dos cidadãos comuns. No entanto, são necessários alguns quesitos básicos para poder entrar nessa formação como ter nacionalidade brasileira, estar em dia com as obrigações militares se o cidadão for do sexo masculino, possuir altura mínima de 1,65m pra os ambos sexos, possuir peso proporcional à altura, ter idade mínima de 18 anos e não ter completado a idade máxima de 30 anos, não ter sido condenado por crime doloso, ser aprovado no exame de prova escrita na classificação, ser aprovado na avaliação de capacidade técnica, ser considerado apto no exame médico e odontológico de saúde, passar ileso no questionário de investigação social, ser considerado apto no exame psicológico, não utilizar drogas ilícitas, possuir carteira nacional de habilitação, comprovar a escolaridade exigida no edital, estar em dia com as obrigação eleitorais e não possuir tatuagem ou pinturas em extensas áreas do corpo ou em partes expostas ao público quando estiver usando uniforme militar de qualquer modalidade.

Grade do Curso da Polícia Militar

Veja as principais disciplinas desenvolvidas no curso de formação de polícia militar.

  • Práticas de uso legal de arma de fogo;
  • Ação policial;
  • Saúde física
  • Acompanhamento velado
  • Criminologia
  • Direito Administrativo
  • Direito Civil
  • Direito Processual Civil
  • Direitos Humanos
  • Direito Constitucional

Instituições de formação de Policial Militar do Brasil

Essas são algumas das instituições de ensino que oferecem o curso de formação de policiais militares.

A profissão

O profissional formado no curso da polícia militar deve ter uma conduta respeitável, ser justo e imparcial, amar a verdade e a responsabilidade como fundamentos da dignidade pessoal, respeitar a dignidade de qualquer cidadão, praticar permanentemente o espírito de cooperação, proceder de maneira ilibada, acatar as autoridades civis, observar as normas de boa educação e não utilizar seu cargo para obter facilidades pessoais.

O policial militar pode trabalhar em diversos segmentos como auxiliar as relações públicas, auxiliar de serviços gerais, auxiliar de almoxarifado; pode, também, trabalhar como digitador ou armeiro ou executar o patrulhamento.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para o policial militar está em constante expansão, no entanto o salário pode variar dependendo do estado. Essa profissão, em alguns estados, não é valorizada apesar de todos os riscos que os policiais correm; desse modo, as oportunidades são limitadas. Entretanto, é visível a necessidade por reforços na segurança das cidades. E por isso, a abertura de novas vagas para polícia militar é frequente, pois segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) o ideal é que tenha a cada 250 habitantes 1 policial.

A Polícia Federal é uma instituição policial brasileira, vinculada ao Ministério Público, cujo objetivo é exercer a segurança pública para a preservação da ordem e a insalubridade das pessoas, bem como os interesses e os bens da União. A instituição age de maneira efetiva na repressão ao tráfico de drogas, contrabando e descaminho, além de inúmeras outras ações por todo o território nacional. Exercendo exclusivamente as funções de Polícia Judiciária da União.

De acordo com o artigo 144, parágrafo 1º, da Constituição Federal, a Polícia Federal, é instituída por lei como órgão permanente, organizado e mantido pela União e estruturado em carreira.

A sede da Polícia Federal está situada em Brasília, no Distrito Federal, possuindo unidades descentralizadas em todas as capitais dos estados brasileiros, como em delegacias e postos avançados nas diversas cidades do país.

Curso

O ingresso na Polícia Federal se dá por meio de concurso público, com provas de conhecimentos, títulos e aptidão física, sendo necessário que o candidato ao cargo tenha um diploma, devidamente registrado, de bacharel em qualquer curso de graduação e qualquer instituição reconhecida pelo MEC.

Após o candidato ser aprovado no concurso e assumir a vaga, ele já pode passar por cursos de formação profissional oferecidos pela Academia Nacional de Polícia, que tem como missão, formar e especializar profissionais de segurança pública para exercerem, com excelência, suas atribuições, bem como, formular e difundir a doutrina policial em defesa da sociedade.

 

 

A profissão

O agente de Polícia Federal é uma profissão bastante séria, pois executa investigações e operações policiais na prevenção e na repressão a ilícitos penais, bem como desempenha outras atividades de interesse do Órgão.

Os policiais federais têm um plano de carreira organizado em classes: 3ª Classe, 2ª Classe, 1ª Classe e Classe Especial, e todo agente da Polícia Federal concursado e nomeado inicia sua carreira na 3ª Classe. Após cerca de 3 anos, o profissional pode subir para a 2ª Classe. As promoções para a 1ª Classe e para a Classe Especial acontecem a cada cinco anos, aproximadamente.

O Decreto nº 7014/2009 define os seguintes critérios para promoções na carreira de Policial Federal:

  • Exercício ininterrupto do cargo (na terceira classe, por três anos, para promoção da terceira para a segunda classe; na segunda classe, por cinco anos, para promoção da segunda para a primeira classe; na primeira classe, por cinco anos, para promoção da primeira para a classe especial);
  • Avaliação de desempenho satisfatória;
  • Conclusão, com aproveitamento, de curso de aperfeiçoamento.

Mercado de trabalho

O salário inicial desse profissional é de R$ 7.514,33, mas a partir de janeiro de 2015, o piso salarial inicial passará a ser de R$ 8.702,20.

Concurso Público

O concurso público para agente da Polícia Federal não acontece anualmente e é bastante concorrido, pois uma oportunidade de trabalho na Polícia Federal é sempre alvo de muita concorrência por todo o país. O concurso acontece em duas fases.

A primeira fase tem o objetivo de selecionar candidatos para o Curso de Formação Profissional na Academia Nacional de Polícia e conta com cinco tipos de avaliação:

  • Exame de habilidades e conhecimentos: é composto de uma prova objetiva com 120 questões de língua portuguesa, atualidades, raciocínio lógico, legislação especial e noções de informática, administração, contabilidade, economia, direito penal, processual penal, administrativo e constitucional. A prova objetiva tem duração de 5 horas e é de caráter eliminatório e classificatório.
  • Prova discursiva: elaboração de texto dissertativo de até 30 linhas. A prova discursiva é aplicada na mesma data da prova objetiva e também tem caráter eliminatório e classificatório.
  • Exame de aptidão física: barra fixa, impulsão horizontal, natação (50 metros) e corrida (12 minutos). Esse exame tem caráter totalmente eliminatório.
  • Exame médico: também de caráter eliminatório.Avaliação psicológica: o caráter da avaliação psicológica também é eliminatório.

Já na segunda fase do concurso os candidatos classificados fazem o Curso de Formação Profissional, de caráter eliminatório, com duração aproximada de 4 meses, em regime de internato. A ordem de classificação é baseada na nota obtida no curso e determina a escolha de lotação dos candidatos, ou seja, a unidade onde o agente vai trabalhar. Os candidatos mais bem classificados têm prioridade de escolha entre as localidades disponíveis.

Durante todo o período do concurso, desde sua inscrição até a nomeação, os candidatos são submetidos a investigações sobre sua idoneidade e conduta, podendo também ser avaliado em exame antidrogas.

Fonte: Guia do Estudante

 

 

 

 

PROJETO DE VIDA:COMUNICAÇÃO DAS ARTES DO CORPO

CONHEÇA MAIS

Este graduado emprega técnicas específicas para entender o corpo como meio de comunicação entre o homem e a sociedade. O bacharel é, antes de tudo, um artista. Usando técnicas de dança e artes cênicas, ele tem uma visão ampla e crítica da comunicação e das artes do corpo e as utiliza como meio de comunicação com a sociedade em que vive.

Mercado de Trabalho

O curso é oferecido apenas pela PUC-SP, mas há espaço de trabalho para o profissional em todo o país. A maioria dos graduados encontra emprego em atividades como dança, teatro ou performance, atua na produção cultural e de espetáculos, em centros culturais, casas de cultura e galerias. Em instituições como o Serviço Social do Comércio (Sesc), o bacharel atua na organização de eventos. A área oferece oportunidades em cooperativas de dança ou de teatro. No setor público e em ONGs, o profissional trabalha na coordenação de equipes, na produção de espetáculos e faz a promoção de eventos. São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte concentram a maior parte das oportunidades de trabalho para quem segue a carreira artística ou de produtor cultural.

 

Curso

O curso mescla disciplinas teóricas com práticas. O aluno estuda improvisação, filosofia, semiótica, mercado cultural, interpretação e imagem. A grade curricular traz matérias optativas, conforme a área específica escolhida. Em dança, por exemplo, ele estuda dramaturgia para dança, história do corpo na dança, entre outras. Já em teatro, história do teatro e dramaturgia. É preciso apresentar um trabalho de conclusão. 

Duração média: 4 anos.

O que você pode fazer

Coreografia

Definir e planejar a sequência de movimentos que serão feitos por bailarinos em shows de dança.

Criação

Desenvolver e produzir espetáculos de teatro e de dança e ainda criar novos personagens para serem apresentados nos palcos.

Curadoria

Planejar, produzir e dirigir projetos de dança, teatro ou exposições em institutos culturais.

Educação

Ministrar aulas de dança, teatro e expressão corporal para alunos dos ensinos fundamental e médio de instituições públicas e privadas.

Interpretação

Representar um personagem em espetáculos teatrais usando expressão corporal e facial.

Gerenciamento

Coordenar equipes de lazer e determinar a programação em centros culturais, clubes e escolas.

Pesquisas

Desenvolver pesquisas críticas sobre o corpo e seus movimentos.

Preparação

Trabalhar com profissionais que precisam desenvolver habilidades de comunicação, como jornalistas.

Fonte: Guia do Estudante

Atenção, professores e alunos! Os professores inscritos na 5ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro poderão enviar o(s) texto(s) selecionados na escola no período de 10 a 19/08.

biomedicina e medicina. Tire suas dúvidas!

Qual a diferença entre Biomedicina e Medicina?

 

(imagem: istock)

Se você se interessa pela área de Saúde, essa dúvida pode ser sua também.

O biomédico tem várias áreas de atuação (veja na sequência), sendo que algumas delas têm similaridades com a Medicina, pois envolvem a saúde humana.

De modo geral, o biomédico identifica e estuda os microrganismos causadores de doenças para desenvolver medicamentos e vacinas para combatê-los. Também interpreta o resultado de exames clínicos para diagnósticos e realiza pesquisas em áreas como genética e reprodução humana. Seu perfil é, sobretudo, de um pesquisador.

médico também investiga a causa das doenças, procurando sua cura e prevenção. Mas sua atuação é voltada para a prevenção e o tratamento. Além disso, só ele pode prescrever medicamentos e realizar cirurgias.

Será que faço Medicina ou Biomedicina?

Conheça os melhores cursos de Medicina do país

Agora que você já sabe a diferença entre os dois profissionais, veja algumas áreas de atuação do biomédico:

Análises clínicas Realizar exames clínicos em laboratórios e hospitais, assinando os respectivos laudos, para identificar agentes causadores de doenças.

Análises ambientais Fazer análises físico-químicas e microbiológicas para saneamento do meio ambiente, inclusive de água e esgoto.

Indústria Atuar em indústrias químicas e biológicas na elaboração de soros, vacinas e reagentes.

Análises bromatológicas Estudar as propriedades dos alimentos, composição química e calórica, desde a produção, passando pela coleta e pelo transporte, de modo a garantir que não haja adulteração.

Biologia molecular Pesquisar a estrutura e o funcionamento das moléculas de DNA e RNA, das proteínas e dos genes responsáveis pela transmissão dos caracteres hereditários. Atuar nos processos de fertilização para reprodução animal e humana.

Genética Pesquisar as leis e os processos de transmissão de caracteres hereditários e o papel dos genes na definição das características de um ser.

Diagnóstico por imagem Atuar em Tomografia computadorizada (TC), Ressonância Magnética (RM), Medicina nuclear (MN), Radioterapia (RT) e radiologia médica, excluída a interpretação de laudos (que cabe ao médico).

Fonte: Guia do Estudante

FIES, PROUNI E SISU- TIRE SUAS DÚVIDAS

 

A partir de 2016 o Prouni e o Fies têm novas regras que passam a vigorar em todo o Brasil, o Ministério da Educação (MEC) publicou no Diário Oficial da União que aqueles que pretendem conseguir um financiamento através do Fundo de Financiamento do Ensino Superior (Fies) precisam ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e ter obtido um mínimo de 450 pontos no resultado final e não ter zerado a redação. Outra mudança também anunciada em meados de 2015 foi a mudança na taxa de juros do financiamento do Fies, que subiu de 3,4% para 6,5% ao ano.

Para quem utiliza, ou pretende utilizar, o Prouni e o Fies ao mesmo tempo as regras também endureceram e já estão em vigor. Desde o início do ano os estudantes que já tem uma bolsa parcial do Prouni só poderão utilizar o Fies para financiar a outra parte da bolsa. Estudantes que já tem bolsa integral do Prouni não estão aptos a contratar um financiamento pelo Fies para uma segunda graduação. As regras foram publicadas pelo MEC no final do ano passado através da Portaria Normativa nº 21 e passaram a valer no início de 2015.

O Fies é um programa do Governo Federal que oferece financiamento em cursos de ensino superior. Para se inscrever no processo seletivo do Fies, além da exigência de ter feito o Enem e ter obtido nota mínima de 450 pontos e não ter zerado a redação, o candidato não poder ter concluído curso superior anteriormente e deve ter renda familiar per capita de até dois salários mínimos e meio. O estudante que obter o financiamento, tem até três vezes a duração do curso para iniciar a quitação do financiamento.

PROUNI

O Programa Universidade para Todos oferece, para estudantes de baixa renda, bolsas de estudo integrais ou parciais – quando o estudante precisa arcar com 50% das mensalidades do curso – em faculdades ou universidades particulares. O Prouni também seleciona os candidatos com base na pontuação obtida pelo Enem: é necessário ter feito mais de 450 pontos na prova, e não ter tirado nota zero na redação. 

Para participar, o candidato precisa ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou em uma instituição de ensino particular como bolsista. Para concorrer à bolsa integral, é preciso comprovar renda bruta familiar por pessoa de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais, a renda familiar deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil é um programa, também do Ministério da Educação, que financia a graduação na educação superior de estudantes matriculados em instituições particulares. Podem recorrer ao financiamento os estudantes matriculados em cursos superiores que tenham avaliação positiva nas avaliações do MEC.

Desde 2010, o Fies passou a operar em fluxo contínuo, ou seja, o estudante pode solicitar o financiamento em qualquer período do ano, de acordo com a sua necessidade. As inscrições são feitas pelo SisFies (Sistema Informatizado do Fies), disponível para acesso no site do próprio Fies. Os estudantes que fazem sua graduação pelo Fies passam por três períodos até quitarem seus financiamento:

– Fase de utilização: Durante o período de duração do curso, o estudante pagará, a cada três meses, o valor máximo de R$ 50, referente ao pagamento de juros incidentes sobre o financiamento.

 – Fase de carência: Após a conclusão do curso, o estudante terá 18 meses de carência para recompor seu orçamento. Nesse período, o estudante pagará, a cada três meses, o valor máximo de R$ 50, referente ao pagamento de juros incidentes sobre o financiamento.

– Fase de amortização: Encerrado o período de carência, o saldo devedor do estudante será parcelado em até três vezes o período financiado do curso, acrescido de 12 meses. Ou seja, se o curso feito teve a duração de quatro anos, ele terá 13 anos para quitar o saldo.

O estudante que conseguir apenas uma bolsa parcial (50% da mensalidade) no Prouni pode custear a outra parte por meio do Fies sem necessidade de apresentar fiador.

Do portal Uol

Para saber mais consulte:

 

sisu.mec.gov.br/tire-suas-duvidas

Design de games: o profissional mais difícil de ser encontrado no mercado

 

FERNANDA BASSETTE, DO G1, EM SÃO PAULO

O design de games – uma área em franca expansão e que ainda está carente de profissionais especializados.


O único curso de graduação na modalidade “bacharel” (com duração de quatro anos) é oferecido pela Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo. Mas há inúmeras outras instituições de ensino superior que oferecem a graduação na modalidade “tecnológica”, com pequenas diferenças na grade curricular, mas com o mesmo propósito: formar profissionais desenvolvedores de jogos eletrônicos. Veja 
aquialgumas instituições que oferecem o curso. Mas afinal, o que faz um designer de games?

“Em tese, o papel do designer de games é projetar jogos para PC, consoles, celulares, internet. Assim como um arquiteto projeta uma casa, um desginer de games projeta um jogo. Nem sempre é esse profissional que vai desenvolvê-lo, mas, se levarmos em consideração a realidade do mercado de trabalho, esse profissional com certeza terá de pôr a mão na massa e entrar no processo de desenvolvimento também”, afirmou Delmar Galisi, coordenador do curso de designer de games da Anhembi Morumbi.

Em linhas gerais, o designer de games é a pessoa que vai pensar a história de um jogo como um todo, pensar na aparência visual e no aspecto funcional do game. E é exatamente este profissional que está em falta no mercado de trabalho. Confira o 
infográfico que explica os diferentes profissionais envolvidos na produção de games, o raio-x da indústria brasileira no setor, a demanda do mercado de trabalho, os problemas com a pirataria e o relato de uma designer de games

Técnico x bacharel

Mas por que faltam profissionais na área de design de games? “Porque faltam pessoas especializadas na área de criação”, resume Delmar Galisi. Segundo ele, a pessoa que vai programar um jogo, por exemplo, geralmente vem da área de ciências da computação. O pessoal que vai cuidar da animação do game pode ser da área de artes plásticas.
 
Mas onde encontrar um profissional que crie história e faça roteiros com perfeição? “Esta é a principal dificuldade porque os cursos técnicos de design de games são mais focados no desenvolvimento do jogo e não na criação. Só que o desenvolvimento pode ser feito por profissionais da área de informática. O mercado precisa de pessoas especializadas em roteiros. E este é o objetivo do curso. De forma mais clara, a gente quer que o aluno aprenda a pensar e criar idéias e não apenas desenvolver”, explicou Galisi.

De fato, um curso técnico tem disciplinas específicas para o desenvolvimento do jogo. Segundo Dalton Reis, coordenador do curso de tecnologia em jogos eletrônicos da Faculdade de Tecnologia Infórium, em Minas Gerais, a grade curricular está estruturada em três pilares: edição, projetos e programação.

“O aluno que faz esse curso precisa ter habilidade para desenvolver programas de computador porque são esses programas que vão controlar os elementos de animação e os personagens dos jogos. Durante todo o curso ele terá aulas de programação e de projeto”, disse Reis.

Segundo Reis, o curso de jogos eletrônicos é completamente multidisciplinar e, para se dar bem, o aluno precisa ter o mínimo de conhecimento nas áreas de informática, matemática, artes e animação. “É um desafio. Não é fácil encontrar profissionais que possuam todas essas características reunidas.”

http://g1.globo.com/Noticias/Vestibular

DIREITO

DIREITO

É a ciência que cuida da aplicação das normas jurídicas vigentes em um país, para organizar as relações entre indivíduos e grupos na sociedade. Zelar pela harmonia e pela correção das relações entre os cidadãos, as empresas e o poder público é a função do bacharel em Direito. Como advogado, defende os interesses do cliente em diversos campos. Como juiz, resolve litígios entre indivíduos ou empresas. Para isso, ele analisa as disputas e os conflitos com base no que está estabelecido na Constituição e regulamentado pelas leis. Há duas carreiras distintas para o bacharel: ele pode atuar como advogado ou seguir a carreira jurídica. Para ser advogado é preciso passar em exame da OAB. Já o candidato a juiz, promotor ou delegado de polícia tem de prestar concurso público. Para se tornar juiz, é necessário ter ainda dois anos de inscrição na OAB como advogado.

Fique de Olho

O DIFÍCIL EXAME DA OAB

Para exercer a profissão de advogado é preciso ser aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Há duas provas, aplicadas em datas diferentes: uma com 80 questões objetivas (de múltipla escolha) e outra prático-profissional. Esta última consiste de uma redação (de peça profissional) e de quatro questões dissertativas, sob a forma de situações-problema.

Mercado de Trabalho

Direito é uma das carreiras mais tradicionais entre as graduações, está entre os cursos mais procurados e tem um mercado sempre aberto. Há inúmeras possibilidades de atuação para o recém-formado. Quatro áreas estão especialmente em alta no momento: compliance e ética, tributária, trabalhista e recuperação judicial e de crédito. O advogado especializado em compliance e ética resolve conflitos relacionados a políticas internas de empresas e condutas éticas. Ele está valorizado por uma tendência mundial de preocupação das companhias com estes temas. No Brasil, o aquecimento ocorre devido a investigações que levaram executivos de grandes empresas à prisão por envolvimento com a corrupção. O profissional da área tributária segue em alta por causa da complexa estrutura de tributos do país. Ele é responsável pelo cumprimento de normas relacionadas à arrecadação e impostos e obrigações tributárias das empresas. Já o advogado trabalhista atua na resolução de casos ligados às relações de trabalho. Ele é bastante necessário nas companhias em épocas de crise, quando ocorrem muitas demissões. Por último, o profissional da área de recuperação judicial e de crédito é procurado em momentos de baixa na economia para resolver litígios de empresas em fase de recuperação judicial. Atua ainda em favor de bancos. Outras áreas novas e aquecidas são direito ambiental, de tecnologia da informação, que lida com questões relacionadas à internet, direito imobiliário e propriedade intelectual. No caso do direito ambiental, o mercado dá preferência aos profissionais que somem ao conhecimento da legislação visão estratégica e domínio de técnicas de gestão ambiental. Também tem destaque o direito internacional e societário, bem como a área de mercado de capitais. Na carreira pública, um setor em alta é a defensoria pública, voltada ao atendimento da população carente. As parcerias público-privadas (PPP), incentivadas pelo governo federal, também aquecem o mercado para o advogado especialista em contratos públicos. O novo código de processo civil (PLS 166/2010), sancionado pela presidente Dilma Rousseff em março de 2015, cria instrumentos para reduzir o tempo de tramitação de processos pela Justiça brasileira. Por isso, a demanda pelo profissional, que já é grande no setor público, deverá aumentar.

 

Quero Direito! Como devo me preparar?

Ano que vem quero fazer faculdade de direito. O que devo fazer antes? O que ou quem devo procurar antes de entrar na faculdade?

Se você já tem certeza que quer cursar ciências jurídicas, você pode apenas preparar-se para o vestibular (e bem, em função da acirrada concorrência!). Durante o curso você entrará em contato com professores que serão (na quase totalidade) advogados que exercem a profissão em suas especialidades, e que além de lhe apresentar conteúdos teóricos, trarão com certeza inúmeros exemplos de suas experiências profissionais. Os estágios vivenciados dentro de escritórios jurídicos mantidos pelas universidades, em escritórios privados de advocacia ou ainda em órgãos públicos são importantíssimos para ampliar sua visão da profissão. 

Agora, se você ainda tem dúvidas, procure entrevistar profissionais e recolher suas impressões sobre o curso e sobre a carreira. Mas lembre-se: todo relato sobre a carreira profissional sempre é um relato também pessoal, ou seja, é a história de determinada pessoa em relação à profissão. Por isso, analise criticamente tais informações, confrontando-as, procurando outras fontes de informação, como publicações a respeito, grades curriculares do curso, pareceres e comentários jurídicos – facilmente encontráveis na internet atualmente – e procure construir uma imagem do caminho e do perfil que você pretende para você. Isso contribuirá para a construção de seu projeto profissional.

http://guiadoestudante.abril.com.br/

 

 

O que faz um biólogo?

 

 

O trabalho do biólogo é bem amplo. Atua no desenvolvimento de projetos voltados para a preservação da natureza (animais e plantas). Assessora na implantação de projetos de proteção ambiental e na implantação do ISO 14000 nas empresas. Atua na pesquisa científica de instituições públicas e privadas. Trabalha em laboratórios de exames biológicos e patológicos. Muitos biólogos vão para a área do magistério (ensino fundamental e médio). Trabalha em parques ecológicos, museus e zoológicos.

 

Características profissionais importantes (aptidões, habilidades e competências)

 

Gostar muito da natureza (plantas e animais), capacidade de trabalhar em equipe, conhecer os recursos naturais, facilidade em lidar com animais, interesse pela pesquisa científica.

 

Mercado de Trabalho

 

Laboratórios de Análises Clínicas, Universidades, Zoológicos, Órgãos Públicos, Escolas de Ensino Fundamental e Médio, empresas que prestam assessoria ambiental.

 

Especializações

 

Após a formação, poderá fazer cursos nas seguintes áreas: Zootecnia, Genética, Biologia Marinha, Biologia Celular, Botânica, Ciências do Meio Ambiente, Ecologia, etc.

 

Salário Médio Inicial

 

De R$ 3.900,00 a R$ 5.900,00

 

Dia do Biólogo

 

- O Dia do Biólogo é comemorado em 3 de setembro.

 

FONTE: SUA PESQUISA

Curso de Biologia de Nível Superior (Bacharelado)

O Curso de Biologia Bacharelado tem uma duração média de quatro anos. O estágio é obrigatório, e algumas universidades exigem também a apresentação de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Boa parte da carga horária do curso de biologia bacharelado vai se passar em aulas práticas e também laboratórios (em geral os laboratórios são a parte mais interessante do curso).

Curso de Biologia de Nível Superior (Licenciatura)

O Curso de Biologia Licenciatura é bem parecido com o curso de bacharelado, tendo em geral a mesma duração (4 anos).
A principal diferença entre os cursos de bacharelado e licenciatura em biologia é que no curso de biologia licenciatura é dado um enfoque menor na questão científica e um enfoque maior na questão pedagógica: quem faz licenciatura é formado para ser um professor.
Um profissional formado no curso de biologia licenciatura poder dar aula em diversos níveis de educação desde crianças até mesmo dentro de faculdades. Para poder dar aulas no nível superior (faculdades) o aluno graduado em biologia licenciatura deve obrigatoriamente fazer uma pós-graduação.

Curso de Biologia de Nível Tecnológico

O enfoque do curso de Biologia de nível tecnológico é formar profissionais especializados para entrar diretamente no mercado de trabalho.
Ao contrário dos cursos de licenciatura e bacharelado, que são mais gerais, o curso de biologia de nível tecnológico forma o aluno dentro de uma especialidade bem definida.
Um exemplo de curso tecnológico ligado à área de Biologia e a graduação em Sistemas Biomédicos.

Grade do curso

As disciplinas que aparecem com maior frequência na grade curricular básica do curso de Biologia são:

  • Introdução à Biologia
  • Cálculo I e II
  • Física I e II
  • Introdução à Ecologia
  • Morfologia e Taxonomia
  • Zoologia dos Invertebrados
  • Zoologia dos Vertebrados
  • Respiração, Circulação e Metabolismo
  • Neurofisiologia
  • Sistemas Endócrinos e Musculares

Melhores Faculdades

O curso de Biologia é oferecido por inúmeras instituições de ensino superior. Conheça algumas das principais instituições reconhecidas pelo MEC que oferecem o curso de Biologia:

Privadas:

Públicas:

Profissão

O aluno formado no curso de Biologia possui diversas áreas de atuação, como a Biologia Econômica, a Botânica, a Genética e a Microbiologia. Além disso, o profissional licenciado neste curso pode atuar como professor em instituições de ensino. O curso de Biologia forma profissionais com um sólido conhecimento sobre a organização, a relação e a diversidade dos seres vivos. Também fornece conhecimentos para que o aluno esteja apto a analisar o ambiente e utilizá-lo da melhor forma possível, sempre de maneira produtiva e ética.

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho para o profissional formado no curso de Biologia está em expansão, principalmente devido à grande importância da preservação do meio ambiente e da sustentabilidade.

O aluno graduado no curso pode trabalhar em empresas privadas e em órgãos públicos, como prefeituras, órgãos federais e Organizações Não Governamentais (ONGs). Campos mais recentes, como a biotecnologia e os biocombustíveis apresentam carência de profissionais dessa área.

Já o aluno licenciado no curso de Biologia pode atuar em instituições de ensino, dando aulas, ou na área da educação ambiental. A carência por profissionais dessa área é grande, principalmente nas regiões Nordeste e Norte.

 

 fonte:guia de carreiras

Sou um título de parágrafo

Tenho que fazer um curso para ser diplomata, depois de ter cursado uma faculdade de história ou uma outrafffaculdade.

Como passar no curso para ser diplomata?

O que devo fazer para conseguir passar no concurso público do Instituto Rio Branco, para cônsules e diplomatas

enviado por Nicola Cardoso Vigio

A primeira exigência é que você tenha um título em nível de graduação em qualquer área. Isso significa que você deve ter cursado uma formação de nível superior – não importando a natureza do curso, ou seja, Direito, Engenharia, Educação Física ou qualquer outra.

O exame para ingresso no Instituto Rio Branco, órgão governamental que forma o diplomata e ligado Ministério das Relações Exteriores, é muito rigoroso e exigente.

Requer conhecimentos quanto ao conhecimento de legislação, política internacional, de línguas, economia, entre outros. Para mais informações, consulte o site(http://www.institutoriobranco.mre.gov.br/pt-br/) Ao ingressar no Instituto você automaticamente torna-se um servidor, recebendo salário para tal.

Profissionais que provém de áreas afins ao campo das humanidades têm mais chance de ingressar nesta carreira, como advogados, economistas, produtores culturais, cientistas sociais, bacharéis em relações internacionais entre outras carreiras, em função das provas aplicadas. Mas nada impede que qualquer pessoa, independente do curso do qual seja oriundo, possa participar da seleção.

Há cursos livres, não vinculados ao sistema oficial de ensino, como os “cursinhos” que preparam os interessados quem desejam ingressar nessa carreira. Uma rápida pesquisa na internet pode lhe oferecer referências sobre eles.

Guia do estudante

 

Para ser um bom Diplomata é preciso ter boas relações, falar outos idiomas, ser bem informado e c claro: ler muito!

Sou um título de parágrafo

Pedagogia

Redação Mundo Vestibular

O pedagogo é um profissional especializado em educação e nos processos de ensino e aprendizagem. 

Além de poder dar aulas nos anos iniciais da educação básica e orientar professores, os pedagogos também podem atuar no departamento de Recursos Humanos de empresas, cuidando do treinamento e capacitação de funcionários, em editoras de livros didáticos e em organizações não governamentais, dedicando-se a projetos educacionais. 

Curso de Pedagogia

O Curso de Pedagogia pode ser do tipo bacharelado ou licenciatura e dura em média quatro anos. 

Quem se forma em Pedagogia pode trabalhar como professor nos primeiros anos do ensino fundamental, assim como desempenhar funções ligadas à educação dentro e fora do ambiente escolar.

Grade curricular básica

 

História da Educação

Sociologia da Educação

Filosofia da Educação

Psicologia da Educação

Didática

Política educacional

Faculdades de Pedagogia

O curso de graduação em Pedagogia pode ser encontrado em diversas universidades públicas e privadas de todo o Brasil. 

Especializações da Pedagogia

Existem diversas possibilidades de carreira para quem se forma em Pedagogia. Entre elas, podemos citar: 

Psicopedagogia Clínica e Institucional

Pedagogia Empresarial

Pedagogia Hospitalar

Educação Especial

Gestão Escolar

Orientação Educacional

Orientação Vocacional e Profissional

O pedagogo também pode prestar consultoria para a indústria de brinquedos (determinando a idade apropriada para determinado jogo, por exemplo), desenvolver e avaliar materiais didáticos e educacionais em diferentes suportes (livros, vídeos, jogos, ensino a distância, etc.).

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho para um profissional de pedagogia é bastante amplo e com boas oportunidades de emprego. Cargos de orientação pedagógica, diretoria, administração de instituições escolares ou professores de educação básica e superior são somente algumas das opções oferecidas para aqueles que querem seguir essa carreira.

A Pedagogia está entre as carreiras com maior empregabilidade. De acordo com levantamento recente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), mais de 94% dos pedagogos estão empregados.

 

Fonte: Guia do Estudante

Podemos fazer a diferença!

Sou um título de parágrafo

Juiz de Direito

Ele dá a palavra final nos tribunais e tem sua carreira marcada pela responsabilidade e dedicação.

PUBLICIDADE

 

Fonte: Guia do Estudante

Muita serenidade a todos nós!

intercâmbio

 

Saber tudo sobre intercâmbio não é uma tarefa fácil. 

Idioma: escolha qual estudar

Muitas pessoas estudam inglês, mas isso não significa, necessariamente, que seja a melhor escolha. Espanhol é uma língua muito valorizada, além de francês e alemão (entre muitas outras), que oferecem excelentes escolas de intercâmbio.

Destino: País e cidade onde vai ficar

É claro que esse país tem que falar o idioma que você quer estufar. Mas quem quer saber tudo sobre intercâmbio precisa desta dica: você vai passar um longo período, as vezes 1 ano, num país distante, numa cidade diferente da sua, é importante que você se sinta bem lá, que tenha um estilo parecido com o seu. Se você gosta de mar e esportes aquáticos, deve escolher uma cidade de praia, se prefere caminhas na montanha, que tal uma cidadezinha no alto da serra? Da mesma forma, a agitação: prefere balada de cidade grande ou a tranquilidade do campo? Leve tudo isso em conta na hora de escolher.

Quanto custa fazer intercâmbio?

Veja esta lista de possíveis despesas que cobrem quase tudo sobre intercâmbio:

  • Passagens aéreas
  • Custos dos vistos e taxas
  • Preço das aulas do curso de intercâmbio
  • Hospedagem (se não estiver incluída na sua modalidade de intercâmbio)
  • Alimentação e higiene pessoal
  • Vestuário
  • Transporte no país, isto é: ônibus, metrô, trem etc.
  • Lazer, passeios, viagens etc.
  • Telefonemas (prefira internet!)
  • Seguro de saúde

Depois de somar tudo isso, lembre-se de converter o valor para a moeda local.

Tipos de programas de intercâmbio

Existem diversos tipos. Vamos falar dos mais comuns. Num intercâmbio de estudo você terá aulas em escolas de idioma, podendo optar pelos níveis de inglês e carga horária intensiva ou semi- intensiva. Já num intercâmbio do tipo Business as aulas abordam temas como apresentação de cases de negócios, expressões típicas da linguagem corporativa e etiqueta empresarial. É o mais escolhido pelas pessoas que querem usar o idioma no trabalho. Outro tipo é o Preparatório, focado nos estudantes que querem passar em exames de certificação como Cambridge, TOEFL, TOEIC etc.  

Principais documentos necessários para intercâmbio

  • Passaporte válido, com visto de entrada e estadia no pais e em boas condições (tire cópias coloridas para portar no dia a dia e guarde o original em local seguro)
  • Outros: Carteira de identidade, carteira de motorista (é válida em alguns países), carteira de trabalho, comprovante de residência no Brasil, entre outros.
  • Diplomas de seus cursos

Seguro de saúde e medicamentos: providencie!

Alguns países exigem. Mas é bom fazer seguro saúde internacional para estar preparado para emergências médicas longe de casa. Ao contrário do que muitos pensam, este tipo de seguro pode ser bastante em conta.

Se você tem que usar remédios de uso continuado, leve as receitas com você. Verifique se esses medicamentos são permitidos no país de destino e faça um suprimento adequado para seu uso durante a viagem.

Dinheiro para usar no intercâmbio

É bom levar uma quantidade em “cash”, na moeda do pais para onde vai. Outra coisa importante são cartões de crédito e débito com validade internacional. Veja com seu gerente do banco se existe uma maneira das pessoas te mandarem dinheiro para agências próximas do local onde for se hospedar, em caso de emergência.

Economize durante o intercâmbio.

Esta é uma série de dicas comuns dada por quem sabe tudo sobre intercâmbio: Evite comer em restaurantes, faça sua própria comida em casa. Não compre um monte de roupas, leve o que puder daqui e lave direitinho para poder usar várias vezes. Pesquise locais com bons preços de alimentos e suprimentos para casa e dê preferencia a eles. Nada de telefonemas, use a internet e seus aplicativos que até tem imagem!

Mantenha contato com a família e consulado do Brasil

Avise a todos que são importantes para você como podem te encontrar durante o intercâmbio. Passe endereço, telefone, e-mail etc. Outra medida interessante é anotar o número do consulado do Brasil e andar com ele, assim você pode pedir ajuda caso esteja em algum apuro mais sério.

Quer uma bolsa de intercâmbio?

Este é outro fator que pode te ajudar a baratear a viagem. Para conseguir você tem que pesquisar muito na internet e se inscrever nos diversos programas disponíveis. Tente, tente e tente novamente até conseguir passar em algum processo de seleção.

 

 Fonte: Guia do Estudante

Carreira Fiscal: Conheça os principais cargos

 


A Carreira Fiscal é uma das mais cobiçadas pois oferece boas remunerações e condições de trabalho. Para prestar estes concursos normalmente pede-se como escolaridade mínima a graduação de ensino superior em qualquer área. Podemos dividir em três categorias: o fiscal municipal, estadual e federal.

A seguir, alguns dos últimos concursos realizados nesta área. As remunerações são os valores dos últimos concursos. A remuneração atual do auditor fiscal da Receita Federal, por exemplo, está em torno de R$ 10.000,00.

AGENTE FISCAL DE RENDAS - FISCAL DO ICMS/SP

Atividades: Compete ao Agente Fiscal de Rendas exercer, privativamente, a fiscalização direta dos tributos estaduais e as funções relacionadas com a coordenadoria, direção, chefia, encarregatura, assessoramento, assistência, planejamento de ação fiscal, consultoria e orientação tributária, representação e participação junto a órgãos julgadores, bem como outras atividades ou funções que venham a ser criadas.
Órgão contratante: Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo.
Remuneração inicial: aproximadamente R$ 8.000,00
Requisitos: Não possuir antecedentes criminais ou civis.
Escolaridade: Curso superior completo em qualquer área.
Disciplinas: Português, Matemática Financeira, Estatística, Informática, Raciocínio Lógico, Atualidades, Inglês, Economia, Finanças Públicas, Administração, Auditoria, Análise de Balanços, Contabilidade Geral , Contabilidade de Custos e Legislação Tributária do Estado de São Paulo, Direitos: Administrativo, Civil, Constitucional, Comercial, Tributário e Penal.
Tipo de provas e fases do concurso: 
A primeira etapa foi constituída de 3 (três) provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, com duração de 4 (quatro) horas cada uma. A segunda consistiu no Curso de Formação Profissional.

AUDITOR FISCAL DA RECEITA FEDERAL (AFRF)

Atividades: Executa tarefas de fiscalização por meio da inspeção, por exemplo, de estabelecimento industrial, comercial e de prestação de serviço. Fiscaliza, também, mercadorias em trânsito, efetuando sindicâncias em alfândegas, estações de trem, portos, aeroportos, rodovias e mercados.
Remuneração inicial:R$7.531,13.
Requisitos: Não ter antecedentes criminais.
Escolaridade: Qualquer curso superior concluído.
Disciplinas:
Área Tributária e Aduaneira:
Língua Portuguesa, Língua Estrangeira (Inglês, Francês ou Espanhol), Matemática Financeira, Estatística Básica, Informática, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Contabilidade Geral, Direito Tributário, Direito Previdenciário, Direito Internacional Público, Comércio Internacional, Economia e Finanças Públicas.
Área Tecnologia da Informação:
Língua Portuguesa, Língua Estrangeira (Inglês, Francês ou Espanhol), Matemática Financeira, Estatística Básica, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Tributário, Economia, Finanças Públicas, Gestão de Sistemas e Gestão de Tecnologia.
Tipo de provas e fases do concurso: Na primeira, todos os candidatos fizeram prova (do tipo múltipla escolha) de Conhecimentos Gerais, Específicos e Especializados (conforme a área escolhida). A segunda etapa consistiu no Programa de Formação.

AUDITOR FISCAL DO TRABALHO

Atividades: Realizar tarefas externas de inspeção do trabalho em todos os locais sujeitos à legislação do trabalho, examinando livros e outros documentos ; autuar infratores.
Quanto ganha: R$ 7.534,12 (após 3 meses)
Escolaridade: Qualquer curso superior concluído.
Disciplinas: Língua Portuguesa, Inglês (ou Espanhol), Ética na Administração Pública, Raciocínio Lógico, Informática, Administração Pública, Direito do Trabalho, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Comercial, Direito Penal, Segurança e Saúde no Trabalho, Economia do Trabalho e Sociologia do Trabalho.
Tipo de provas e fases do concurso: Prova Objetiva 1 - de caráter seletivo, eliminatório e classificatório; Prova Objetiva 2 - de caráter seletivo, eliminatório e classificatório; Prova Objetiva 3 - de caráter seletivo, eliminatório e classificatório. 

INSPETOR FISCAL - FISCAL DO ISS (SÃO PAULO)

Atividades: Fiscalizar impostos, como o ISS e o IPTU; realizar levantamentos fiscais, autos de infração e intimação; orientar os contribuintes quanto às obrigações fiscais; desenvolver estudos tributários.
Remuneração: R$ 9.867,08.
Escolaridade: ter curso superior de graduação plena

Língua Portuguesa, Administração Pública, Direito Civil e Comercial
2ª Prova: Contabilidade Geral, Direito Administrativo, Informática Básica e Atualidades.
3ª Prova: Direito Tributário, Direito Constitucional, Finanças Públicas e Matemática / Estatística / Raciocínio Lógico.
4ª prova: Legislação Tributária Municipal, Direito Penal e Auditoria.
Tipo de provas e fases do concurso: Foram 3 provas objetivas, do tipo múltipla escolha, sendo a primeira com peso 3, a segunda com peso 2 e a última com peso 1.

ANALISTA TRIBUTÁRIO (ANTIGO TÉCNICO) DA RECEITA FEDERAL (TRF)

Atividades: Auxiliar o Auditor Fiscal da Receita Federal no exercício de suas atribuições.
Órgão contratante: Ministério da Fazenda.
Remuneração inicial: R$ 3.937,81.
Requisitos: Não ter antecedentes criminais.
Escolaridade: Qualquer curso superior concluído.
Disciplinas: 
Área Tributária e Aduaneira:
Língua Portuguesa, Inglês (ou Espanhol),Informática, Contabilidade Geral, Direito Tributário, Comércio Internacional, Direito Constitucional, Direito Administrativo e Direito Previdenciário. 
Área de Tecnologia de Informação:
Língua Portuguesa, Inglês (ou Espanhol), Matemática Financeira, Estatística Básica, Direito Tributário, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Previdenciário, Gestão de Sistemas e Gestão de Tecnologia. 
Tipo de provas e fases do concurso: A primeira possuiu duas provas (eliminatórias e classificatórias) de Conhecimentos Gerais e Específicos. A segunda fase foi eliminatória e constitui no Curso de Formação.

Tatuagem em Concursos Públicos?


Posso se eliminado em um Concurso Público por possuir tatuagens?

Essa é uma grande dúvida de boa parte dos candidatos. Na maioria dos concursos públicos o fato de um candidato ter tatuagem não é motivo de eliminação, o fato nem mesmo é considerado. Porém alguns concursos podem e eliminam candidatos aprovados apenar por possuir tatuagens.

Como saber se o concurso que vou prestar proíbe o uso de tatuagens?

Não existe uma regra, geralmente apenas os concursos na área de segurança pública, levantam essa questão e os concursos militares são mais rigorosos. 

O ideal é sempre ler atentamente o edital, porque tudo deve estar devidamente especificado, caso o concurso ainda não tenha divulgado o edital, tente encontrar o edital do último concurso para o mesmo cargo e veja o que foi exigido.

Veja o que foi exigido no último concurso da Polícia Militar do Estado de São Paulo em 2008:

Os candidatos que ostentarem tatuagem serão submetidos à avaliação, sendo observado que: 

- a tatuagem não poderá atentar contra a moral e os bons costumes; 
- deverá ser de pequenas dimensões, sendo vedado cobrir regiões ou membros do corpo em sua totalidade, e, em particular, região cervical, face, antebraços, mãos e pernas; 
- não poderá estar em regiões visíveis quando da utilização de uniforme de treinamento físico, composto por uma camiseta branca meia manga, calção azul-royal, meias brancas, calçado esportivo preto, conforme previsão do Regulamento de Uniformes da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Então leia sempre o edital atentamente e analise a sua situação. Casos de eliminação em que o edital não especificou claramente os critérios são passíveis de medidas judiciais.

Mais Informações e Artigos Sobre a Carreira Pública

http://www.tudosobreconcursos.com/informacoes-gerais/carreira-fiscal-conheca-os-principais-cargos#sthash.Mx3U6lLO.dpuf

 

 

  Fonte: http:/jcconcursos.uol.com.br/ Andréa Carolina Ferreira - See more at: http://www.tudosobreconcursos.com/informacoes-gerais/estatutario-ou-celetista-qual-o-melhor#sthash.7VS0W8nw.dpuf

Devo fazer Design de Interiores ou Arquitetura?

 

Gosto muito de Design de Interiores e Decoração e, conversando com alguns colegas, eles me indicaram fazer primeiramente Arquitetura e depois me especializar em Design. O que devo fazer? Seguir diretamente em Design de Interiores ou fazer Arquitetura antes?

A formação em Design de Interiores é possível em nível médio (técnico) e superior nas modalidades curso tecnológico e bacharelado. Os cursos técnicos têm duração média de 800 horas, o que significa de um ano a um ano e meio e pode ser iniciado em geral a partir do segundo ano do ensino médio. O curso de graduação tecnológica tem duração de dois anos; o bacharelado é oferecido por poucas instituições de ensino no Brasil e tem duração de quatro anos.

De forma geral, quanto maior o grau e a extensão do curso, maiores são a apropriação de aspectos mais complexos e o direcionamento para o planejamento. Porém esta não é uma regra, pois as instituições que oferecem as diferentes modalidades também apresentam focos diferentes, como em decoração e paisagismo, design de móveis e ambientes, estratégias de marketing, etc.

A possibilidade indicada por seus colegas é real. Durante a formação em Arquitetura (que ocorre em cinco anos) você toma contato com conteúdos relacionados a design de interiores, em graus diferentes em função da faculdade cursada. Nesse sentido, é importante que você confira a grade curricular das faculdades em que eventualmente possa passar por processo seletivo. Considere também que este curso aborda outros vários conteúdos não relacionados a decoração. Por um lado pode haver conteúdos com os quais você não se identifica; por outro, isso pode ampliar suas perspectivas no mercado de trabalho.

DESIGN DE INTERIOREs TECNOLÓGICO

Este bacharel entende do arranjo de ambientes, levando em conta a estética, o conforto e a funcionalidade. Ele define os materiais de revestimento e acabamento, suas cores e a distribuição de móveis e objetos. Esse é um trabalho que exige mais do que criatividade. É preciso se manter atualizado sobre as novidades no mercado, ter espírito prático para cumprir os prazos e saber fazer as escolhas segundo as possibilidades financeiras do cliente. O seu dia a dia envolve o contato com arquitetos, marceneiros, pedreiros, pintores e eletricistas. Além de residências, o designer de interiores define ambientes de trabalho ou de passagem, como consultórios, lojas, restaurantes, área de atendimento em bancos ou órgãos públicos. Pode trabalhar em lojas de mobiliário, de revestimentos. Para atuar como consultor autônomo, é necessário certo tempo de carreira. você pode trabalhar como designer com um curso de tecnólogo.

 Mercado de Trabalho

A demanda pelo profissional varia muito segundo o momento econômico do país e o desempenho do setor da construção civil: quando o setor vai bem, mais designers de interiores são procurados para, por exemplo, decorar os ambientes de apartamentos mobiliados, nos estandes de venda. Por outro lado, quando a economia patina, surgem oportunidades no comércio, em lojas de móveis projetados, já que as pessoas procuram mobiliar a casa com peças mais funcionais, menos decorativas e mais baratas. Os empregadores tradicionais são os escritórios de arquitetura, construtoras e incorporadoras, além de empresas de decoração. O aumento na renda média da população faz crescer o segmento de clientes individuais, que chamam o profissional para redecorar a residência ou o escritório. Outra oportunidade é na indústria automobilística, que procura o designer para montar o interior de automóveis. As melhores chances de trabalho estão nas capitais do Sudeste e, no Sul, em Curitiba e Porto Alegre. As cidades turísticas do Nordeste também são bons mercados, devido ao grande número de hotéis e resorts.

As melhores escolas

5 estrelas

BA Salvador UFBA Decoração . MG Belo Horizonte Uemg Design de Amb. . SP São Paulo Belas Artes

4 estrelas

GO Goiânia UFG Design de Amb. . RJ Rio de Janeiro UFRJ Comp. de Interior .

3 estrelas

SP Salto Ceunsp Decoração e Design

Curso

Há poucos cursos de bacharelado no país. O currículo é, em boa parte, semelhante ao do curso de Arquitetura e Urbanismo, com grande carga horária dedicada a atividades práticas e projetos. A grade curricular inclui, ainda, aulas de técnicas de instalação e iluminação. No final do curso, é habitual a exigência de um estágio ou a apresentação de monografia. 

Duração média: 4 anos. 

Outros nomes: Comp. de Interior; Decoração; Decoração e Design. 

Os cursos tecnológicos são voltados mais para as atividades de decoração, mas podem ter diferentes focos, em decoração e paisagismo ou em design de móveis e ambientes. Já no início do curso, o aluno entra em contato com as ferramentas e as técnicas da prática profissional, como a aplicação de cores e revestimentos. Depois, é a vez das disciplinas voltadas para a representação gráfica, com aulas de programas de desenho arquitetônico. As matérias profissionalizantes dão ênfase aos espaços residenciais, com disciplinas como iluminação e ergonomia. Na etapa final, há foco em espaços comerciais. Aulas de gestão empresarial fazem parte do currículo. 

Duração média: 2 anos.

O que você pode fazer

Desenho de móveis

Criar peças conforme as necessidades do cliente, adaptando-as ao espaço disponível.

Decoração e paisagismo

Cuidar da colocação de móveis e acessórios em ambientes residenciais e comerciais internos. Em áreas externas, usar arte e técnica para projetar, organizar e embelezar espaços com plantas e jardins.

Gerenciamento

Acompanhar a compra de móveis e acessórios, fazer orçamentos e contratar mão de obra.

Projeto

Organizar ambientes de acordo com as necessidades do cliente. Elaborar plantas e maquetes, indicando o estilo, as cores e a disposição de móveis e objetos.

 

 

fonte: http://guiadoestudante.abril.com.br/profissoes/artes-design/design-interiores

Poema: Do ouro ao fel

Do ouro ao fel

A palavra chega até os corações

olhos, ouvidos, boca

sangue, pulso

Poucos conseguem apreciá-la

sua riqueza me fascina

a grandeza me faz refletir

muitos a ignoram

roubam direitos, humilham

Empobrecimento e flagelo humano

lanças afiadas, corpos rasgados

pessoas feridas,

A lança atirada na vida do outro

sem pedir licença

Vidas secas? Sem dúvida...

Mas e a palavra?

Jogaram-na no lixo

Rolam nas bocas, malditas, benditas?

Ah! Essas palavras!

Mais que símbolos, conquistas!

Para quem?

Lapidar pensamentos, dizeres sábios

serenidade, transparência

Saberes espalhados! Homens civilizados.

 

 Autora: Maria Claudia Beffa Euflauzino